Pular para o conteúdo
Voltar

Estudantes participam de aula e visita técnica no laboratório da Empaer

Rosana Persona | Empaer-MT

Rosana Persona/Empaer
A | A

Alunos da Escola Estadual Irmãos do Caminho, localizada na Comunidade Souza Lima, no município de Várzea Grande, participaram de uma aula prática e visita técnica no Núcleo de Laboratórios da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), localizado no município de Várzea Grande. Os visitantes conheceram os laboratórios de nutrição animal, fitopatologia, solos e produção de mudas de banana in vitro. A visita foi realizada nesta quarta-feira (28.11), e contou com a participação de 40 alunos.

O coordenador dos Núcleos de Laboratórios, José Alcântara Filgueira, fala que por ano são realizadas mais de seis visitas e várias aulas práticas, com a presença de  alunos do ensino médio e universitário. Ele explica que a empresa dispõe de seis laboratórios: solos, adubos e corretivos, nutrição, fitopatologia, entomologia, controle biológico e fitossanitário. Destaca ainda que no Núcleo são realizadas, por dia, 50 análises de solo, sendo mais de 15 mil por ano. “As atividades do laboratório tem a finalidade de oferecer um atendimento diferenciado e de qualidade aos produtores rurais”, ressalta Alcântara.

 A professora de Geografia, Maria José da Silva Ramos, fala que a visita é uma aula de campo para mostrar na prática aos alunos o trabalho dos profissionais da Empaer. E também, tirar dúvidas e obter informações sobre solo e cultivo de hortaliças e legumes. Na escola os alunos e funcionários cuidam de uma horta pedagógica que produz alface, couve-manteiga, salsa, cebolinha e cenoura.

De acordo com a professora Maria José, recentemente tiveram um problema na horta com o cultivo do rabanete e foram coletadas raízes da planta para serem analisadas no laboratório da Empaer. Conforme o laudo, foi encontrado um fungo na planta. A técnica agropecuária da Empaer, Gisele dos Reis Muniz, que presta Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) na escola, comenta que após análise no laboratório será aplicado o produto necessário para combater o fungo na horta.

A horta pedagógica auxilia no cardápio na merenda há três anos e produz o ano todo.Os vegetais produzidos na escola são utilizados para consumo da merenda escolar. A nutricionista da Empaer, Gislaine Ribeiro Araújo, proferiu uma palestra para os alunos sobre a alimentação saudável utilizando as hortaliças produzidas na escola.

Pela primeira vez no laboratório da Empaer, a estudante Ana Clara Oliveira se surpreendeu com o tamanho e a capacidade de trabalho do local e gostou da produção de mudas de banana in vitro. A aluna Yasmin Legramandi Moreira comenta que  já visitou o laboratório da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e hoje conheceu o da Empaer,  acompanhou as explicações e espera aplicar na prática. “Eu adoro trabalhar com a terra em especial com a horta da minha escola”, enfatiza Yasmin.

Acompanharam os alunos, as professoras Elis Regina Marangoni, Solange Margarete dos Santos e Marilene Aparecida de Jesus.