Pular para o conteúdo
Voltar

Servidores que trocaram de vínculo devem informar ao Mato Grosso Saúde

Beneficiários podem até serem excluídos caso a regularização não aconteça no prazo de 30 dias, a comunicação vale para efetivos ou comissionados.
Fernando Campos | Mato Grosso Saúde

Mato Grosso Saúde
A | A

Servidores que trocaram de secretaria, tiveram exoneração seguida de nomeação, mudaram de cargo e que integram o Mato Grosso Saúde devem ficar atentos para não perder o prazo de informar o seu novo vínculo. A data compreende até 30 dias após a nova nomeação.

O repasse dessa informação ao Plano é importante para que as averbações aconteçam, caso contrário, o servidor corre o risco de ficar sem os atendimentos. O coordenador de relacionamento com o beneficiário, Wallace Brito, informa que as averbações estão interligadas com o número do vínculo do servidor, por isso é importante essa comunicação ao Mato Grosso Saúde.

As mensalidades não cobradas levam à suspensão dos atendimentos, correndo o risco do beneficiário ser excluído, caso a regularização das dívidas não sejam feitas em até 60 dias.

Exclusivamente comissionados

Outro grupo que deve estar atento aos prazos é composto por servidores comissionados associados ao Mato Grosso Saúde e que perderam o vínculo com o Estado, mas que desejam permanecer no Plano como inativo optante. O prazo é o mesmo do grupo que teve o vínculo alterado, e devem solicitar a permanência em até 30 dias após exoneração.

Informações

Para mais informações, os beneficiários podem entrar em contato com o Mato Grosso Saúde, por meio da Central de Relacionamento com o Beneficiário pelo número: (65) 3613-7700.