Pular para o conteúdo
Voltar

Cuiabá lidera número de casos confirmados de Covid-19 em MT

Dados mostram que o número de mulheres com a doença é maior, se comparado aos homens
Carlos Celestino | Secom-MT

Mato Grosso possui um total de 60 casos confirmados de Covid-19. - Foto por: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Mato Grosso possui um total de 60 casos confirmados de Covid-19.
A | A

Com 38 casos confirmados, Cuiabá é a cidade que concentra o maior número de pessoas que tiveram resultado positivo para COVID-19 em Mato Grosso.  É o que o consta no Boletim Informativo n°28, divulgado pela Secretária de Estado de Saúde (SES-MT) no final da tarde deste domingo (05.04).

Segundo o documento, atualmente, Mato Grosso possui um total de 60 casos confirmados de COVID-19.  Além disso, foram notificados 361 casos confirmados de síndrome respiratória aguda grave e o registro de uma morte, esta no município de Lucas do Rio Verde (distante 360 km de Cuiabá).

Ainda de acordo com o documento, o gráfico mostra a cidade de Cuiabá no topo da lista, seguido de outros nove municípios: Rondonópolis, Várzea Grande, Tangará da Serra, Sinop, Nova Mutum, Nova Monte Verde, Lucas do Rio Verde, Campo Novo do Parecis e Alta Floreta.

Dados mostram que o número de mulheres com a doença é maior comparado aos homens. Do total de casos confirmados da COVID-19 por sexo, em Mato Grosso 42% são do sexo masculino e 58% do sexo feminino. Os casos da doença são monitorados de forma diária em cada unidade hospitalar do Estado

No final da tarde desta segunda-feira (06.04), será divulgada mais uma Nota Informativa com os números atualizados do novo coronavírus. O documento estará disponível no site da SES, que pode ser acessado por este link.

Além disso, o detalhamento de casos por municípios em Mato Grosso, será apesentado pela coletiva de imprensa virtual com o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, transmitida pelo Instagram e Facebook do Governo do Estado.

Ação do Governo de Mato Grosso

Com objetivo de conter o avanço do coronavírus no Estado, o Governo lançou na última sexta-feira (03.04), a campanha “Eu cuido de você e você cuida de mim” para que a população produza máscaras de proteção, feitas em casa com tecido, como forma de prevenção à doença.

O uso de máscara é recomendado pelo Ministério da Saúde, um acessório indispensável que ajuda no bloqueio das gotículas de saliva que são liberadas quando falamos ou espirramos. É na saliva que o vírus está presente e que pode contaminar outras pessoas. 

Vale ressaltar que o uso de máscaras é obrigatório para todos que estiverem nas ruas. O Governo determinou que até o dia 13 de abril todas as empresas e estabelecimentos que estão em funcionamento neste período de pandemia providenciem o acessório aos seus funcionários.

Recomendações e cuidados básicos

·    Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;
·    Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com
pessoas doentes ou com o meio ambiente;
·    Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
·    Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
·    Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;
·    Higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
·    Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
·    Manter os ambientes bem ventilados;
·    Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.