Pular para o conteúdo
Voltar

Grupo de trabalho criado pelo Governo visa monitorar e reduzir Covid-19 em territórios indígenas

Por Elisete Mengatti/Carol Sanford

Por meio de decreto publicado nesta terça-feira, dia 30, no Diário Oficial, o Governo do Estado instituiu o Grupo de Trabalho Central para desenvolver ações de monitoramento e estratégias para reduzir a propagação da Covid-19 nos territórios indígenas em Mato Grosso.//

O objetivo é dar subsídios para que os  órgão ligados a saúde indígena, possam atuar de forma mais célere e específica no enfrentamento da pandemia no interior das aldeias.//

O grupo de trabalho será coordenado pelo secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho que relatou  a preocupação do governo em relação a saúde dos povos indígenas do Estado./ Ele explicou que, o grupo de trabalho foi criado para que o governo possa desenvolver ações integradas, tendo como base pesquisas desenvolvidas por instituições reconhecidas, como a Unemat e a UFMT. //

Em Mato Grosso, existem sete Distritos Sanitários Especiais Indígenas: do Araguaia, Cuiabá, Kayapó-MT, Xavante, Xingú, Porto Velho e Vilhena. Conforme o decreto, o trabalho será o de acompanhar, articular e apoiar a implementação dos Planos de Contingência Distritais, nas ações que requerem maior urgência para a contenção da contaminação da Covid-19.//

O grupo será composto também pelo secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, e por representantes da Secretaria Especial de Saúde Indígena/Distritos Sanitários Especiais Indígenas; Conselhos Distritais de Saúde Indígena – CONDISI; Fundação Nacional do Índio - FUNAI Coordenação Regional Cuiabá; Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT; Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT; Federação dos Povos Indígenas de Mato Grosso - FEPOIMT; Bancada Federal de Deputados; Bancada Estadual de Deputados; Associação Mato-grossense dos Municípios; Conselhos de Secretários Municipais de Saúde; e da Sociedade Civil Organizada.//