Pular para o conteúdo
Voltar

Nova tecnologia permite emissão de RG para crianças menores de cinco anos

Equipamento possibilitará a coleta das impressões digitais de recém-nascidos ainda na maternidade
Assessoria | Politec-MT

- Foto por: Assessoria Politec
A | A

Visando garantir maior cobertura na identificação civil em Mato Grosso, a Perícia Oficial e Identificação Técnica de (Politec) realizará um projeto piloto que possibilita a emissão de RGs de crianças de zero a cinco anos de idade.

Isto porque a tecnologia disponível atualmente limita o processo de coleta das impressões digitais para a emissão do documento de identidade de crianças nesta faixa etária.

A primeira plataforma de Identificação Biométrica de crianças de 0 a 5 anos do mundo, denominada “Infant.id”, está sendo testada pelos papiloscopistas em bebês recém-nascidos em uma maternidade de Cuiabá. De acordo com a fabricante Natosafe, o equipamento possui de alta resolução de imagem e ergonomia. É capaz de enriquecer um banco de imagens com padrões de alta qualidade, facilitando pesquisas com maior precisão, contribuindo para a erradicação de sub-registro e evitando troca de crianças em maternidades.

Por meio desta tecnologia, é possível capturar impressões da planta do pé, da palma da mão e impressão digital de cada recém-nascido, com a mais alta definição.

A deputada estadual Janaína Riva participou do piloto, com a emissão do RG de seu filho de dezoito dias de idade e ficou satisfeita com o resultado. “Achei isso incrível, uma segurança para a criança e para família, e também uma praticidade enorme. Com a biometria já coletada, a emissão de outros documentos será mais ágil. Parabéns, contem com meu apoio neste projeto”, afirmou em uma postagem em suas redes sociais. 

Segundo o Diretor Metropolitano de Identificação Técnica da Politec, Aílton Silva Machado, o equipamento foi fornecido pela empresa e poderá ser adquirido futuramente pela Politec. “A ideia é que os hospitais realizem a aquisição do equipamento e nos primeiros dias de vida logo após o nascimento o hospital faça as coletas das impressões digitais e que nos forneça-as pela internet. Ele ficará conosco em torno de 30 ou 60 dias para a realização dos testes. A Politec tem a previsão de adquirir os equipamentos para nossa homologação’’, disse.