Pular para o conteúdo
Voltar

População poderá fazer sugestões e solicitar informações sobre serviços públicos em audiência da Ager

A audiência será realizada de forma presencial na Câmara Municipal de Barra do Garças e online pelo canal da Ager no Youtube
Rosane Brandão | Secom-MT

Ager - Foto por: Ager
Ager
A | A

A Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Mato Grosso (Ager-MT) realiza, nesta sexta-feira (15.10), a primeira Audiência Pública da Ouvidoria em Barra do Garças. A audiência é uma oportunidade para que a população possa fazer sugestões, propostas e reclamações em relação aos serviços públicos executados por empresas reguladas pela Ager.

A audiência será realizada de forma presencial na Câmara Municipal de Barra do Garças e online pelo canal da Ager no Youtube, a partir das 9h.

O diretor Regulador de Ouvidoria da Ager, José Rodrigues, explica que esta é a quarta etapa de oito audiências que serão realizadas pela Ager em Mato Grosso. Já foram realizadas nos municípios de Cáceres, Juína e Sinop.

“A população barra-garcense terá a oportunidade de participar e informar como está o cumprimento dos serviços relacionados ao saneamento, rodovias, portos, hidrovias, travessias, balsas, energia elétrica, transporte, ônibus, distribuição de gás canalizado e ferrovias no município”.

José Rodrigues explica que o objetivo da audiência é melhorar a prestação desses serviços para a sociedade e com essas informações a Ager poderá regulamentar melhor e organizar sua fiscalização”.

A Ager

Tem por finalidade regular, normatizar, controlar e fiscalizar nos limites da lei os serviços públicos e suas respectivas tarifas, prestados diretamente pelo Estado de Mato Grosso ou prestados indiretamente por meio de delegação à iniciativa privada, referentes a saneamento, rodovias, portos e hidrovias, transporte coletivo intermunicipal de passageiros e seus terminais rodoviários, distribuição de gás canalizado, energia elétrica e telecomunicações, bem como regular, controlar e fiscalizar serviços públicos de competência própria da União e dos municípios que lhe sejam delegados mediante legislação específica ou convênio.