Pular para o conteúdo
Voltar

Governo recebe terreno para construção do Parque Tecnológico de MT

Sandra Carvalho | Setas-MT

- Foto por: Seciteci
A | A

O Governo do Estado recebeu oficialmente da Prefeitura de Várzea Grande nesta terça-feira (19.04) uma área de 800.000m² localizada no bairro Jardim Chapéu do Sol para a construção do primeiro Parque Tecnológico de Mato Grosso. O imóvel foi doado pela Ductievicz Incorporadora Ltda.

O ato de Lavratura da Escritura Pública de Doação, que cumpre um Protocolo de Intenções celebrado entre o Governo do Estado e o município de Várzea Grande, na efetivação e implantação do Parque Tecnológico foi feito pelo Serviço Notorial e Registral do Distrito do Capão Grande.  

Assinaram os termos de doação, o empresário Juarez Ductievicz, a prefeita Lucimar Sacre de Campos e a Secretária de Estado de Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Luzia Helena Trovo Marques de Souza.

A prefeita Lucimar Campos pontuou que a construção do parque transformará a região do Chapéu do Sol em uma área de concentração de instituições de ensino, incubadoras de negócios, centros de pesquisas e laboratórios, criando um ambiente favorável à inovação tecnológica.

“A medida que passam a compartilhar do mesmo ambiente, empresas, universidades, centros de pesquisas e investidores, geram benefícios econômicos em comum e para a comunidade”, disse.

Já a secretária Luzia Helena Trovo Marques destacou a importância da obra não só para Cuiabá e Várzea Grande, mas para todo o estado. “Estamos plantando hoje a semente da tecnologia e inovação em Mato Grosso. Será o primeiro Parque Tecnológico do Estado, mas com certeza virão outros que somarão com o fomento e transferência de tecnologia”, afirmou.

Para a gestora, o ato de doação da área para a edificação do parque marca uma virada de página no desenvolvimento tecnológico do estado. “Estamos presenciando momento histórico para Várzea Grande e para Mato Grosso”, observou.

A secretária reconheceu a atitude do empresário Juarez Ductievicz como uma grande demonstração de cidadania e visão de futuro. “Se vai trazer benefícios para o senhor, muito mais para a sociedade. Almejamos que a nossa sociedade tenha qualidade de vida e seja protagonista da sua própria história e hoje nós damos um grande passo para isso”.

Luiza Helena Trovo Marques informou, na oportunidade, que os primeiros recursos financeiros já estão viabilizados por meio da Fundação de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat) e que enquanto a obra não for concluída será disponibilizado um centro de inovações na Arena Pantanal para apresentação das atividades que serão desenvolvidas no parque.

Reconhecendo que a obra irá criar um ambiente ideal para a geração de emprego e renda, o empresário Juarez Ductievicz disse também decidiu doar a área por acreditar que o Parque Tecnológico proporcionará o desenvolvimento de Várzea Grande. “Ainda vai agregar valores para os alunos das universidades na formação profissional em tecnologia” previu. 

A advogada Flávia Petersen Moretti, conselheira do Conselho de Cidades, destacou que Várzea Grande irá resgatar o título de Cidade Industrial além de todo o desenvolvimento e progresso para a cidade e toda a região metropolitana. “A sociedade ganhou pela postura do poder público e pela coragem do governador por decidir instalar um parque tecnológico no nosso município”.

Contratação

Washington Fernandes da Silva, chefe do Núcleo de Gestão Estratégica da Secitec, informou durante o ato de doação da área que já está publicado o edital para participar do processo seletivo de profissionais que comporão a equipe do primeiro Parque Tecnológico do Estado.

Serão selecionados até oito profissionais de diversos perfis conforme descrito no Edital, os quais serão remunerados através de concessão de bolsas pagas pela Fapemat, que vão de R$ 4.000 a R$ 10.000 por mês. O edital e o formulário de inscrição podem ser acessados neste link: http://goo.gl/0nnGav .