Pular para o conteúdo
Voltar

BID e BNDES farão estudos para formatação de programas de investimento em Mato Grosso

Nara Assis | Gcom-MT

Governador Pedro Taques se reune com representantes do BID e do BNDES - Foto por: Junior Silgueiro/Gcom-MT
Governador Pedro Taques se reune com representantes do BID e do BNDES
A | A

Equipes técnicas do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) virão a Mato Grosso para fazer estudos da infraestrutura nas áreas social, de logística e educação do Governo do Estado. Este é o principal encaminhamento da reunião de trabalho entre representantes das duas instituições e o Executivo, realizada nesta quarta-feira (25.05), em Cuiabá.

O alinhamento é resultado de um termo de cooperação técnica firmado entre o Governo do estado e o BNDES em março deste ano, que visa à estruturação de projetos para captação de recursos a serem investidos nestas áreas. Além disso, o BID vai montar um escritório, em parceria com o BNDES, com expertise no assunto e tem interesse que Mato Grosso seja o estado piloto nesta iniciativa. “O suporte técnico desta instituição é fundamental para conseguirmos encaminhar os projetos de forma mais consistente e, consequentemente, obter agilidade na aprovação de linhas de crédito”, disse o diretor presidente da MT PAR (MT Participações e Projetos), Vinicius Araújo.

O primeiro contato da atual gestão com o BID ocorreu há cerca de um ano, a partir da agenda internacional do governador Pedro Taques, nos Estados Unidos. Desde novembro de 2015, o Governo do Estado e a instituição mantêm conversas sobre possível acordo de cooperação.

A programação da visita da comitiva teve início na terça-feira (24.05), com reuniões realizadas com a diretoria da MT PAR. Os resultados das discussões foram apresentados ao governador Pedro Taques, no Palácio Paiaguás. “O estado precisa ser estratégico, precisamos de projetos bem estruturados para avançar nas principais áreas. A expertise do BID e a credibilidade do BNDES são muito importantes para nós”, destacou o chefe do Executivo Estadual.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo Duarte, estes estudos vão contemplar não só projetos de parceria, como formatação de programas de investimentos para Mato Grosso, uma vez que o Estado tem capacidade de buscar recursos no exterior. Ele ressaltou ainda que o BID demonstrou interesse em ampliar as conversações, principalmente por conhecer o potencial do estado e lembrou que o alinhamento é resultado da dedicação do Governo em buscar novos investidores. “Tudo isso é resultado da viagem do governador Pedro Taques aos Estados Unidos, em 2015, ocasião em que se reuniu com o BID”, acrescentou.