Pular para o conteúdo
Voltar

Governo e Ministério do Meio Ambiente firmam parcerias para reduzir desmatamento ilegal

Por Jota Passarinho

Em visita a MT nesta quinta-feira, 16 de fevereiro, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho e o Governo do Estado firmaram convênios para ampliar as ações de monitoramento e combate ao desmatamento ilegal.//

Durante a reunião de trabalho com a participação de representantes do setor produtivo e ambientalistas, foi apresentado ao ministro o novo SimCar - Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural que vai dar mais fluidez nas ações e permitir a implementação do Código Florestal no Estado.//

De acordo com o vice-governador e secretário de Meio Ambiente, Carlos Fávaro, o SimCar vai possibilitar ao Governo, em sincronia com o Ministério do Meio Ambiente, retomar as diretrizes do cadastro rural de forma democrática e transparente.//

Sonora: Carlos Fávaro

Conforme dados do Ministério do Meio Ambiente, o desmatamento ilegal na Amazônia teve um aumento considerável nos últimos dois anos./ Para o ministro Sarney Filho, essa tendência de aumento é preocupante, uma vez que causa prejuízos aos serviços ambientais que a Amazônia presta ao Planeta.//

Sarney Filho ressalta que para coibir a prática de desmatamento é necessário que os órgãos de controle, em todas as esferas, estejam equipados e alinhados para que as ações atinjam os objetivos.//

Sonora: Sarney Filho

Para o governador Pedro Taques, os números já revelam uma diminuição do desmatamento e com o fortalecimento dos órgãos de controle, a tendência é reduzir ainda mais a devastação ambiental.//

Sonora: Pedro Taques

Na reunião foram assinados o Termo de Cooperação Integrado para a criação de uma base avançada de monitoramento e fiscalização na Região Nordeste de MT, e Termo de Adesão do ATF 2020, que vai atender as necessidades de parceiros de três setores: Negócios, Governo e Sociedade Civil./ Também foram assinadas duas Portarias, uma que regulamenta o Conselho Deliberativo da Reserva da Biosfera do Pantanal, e outra de Gestão com o Instituto do Homem Pantaneiro.//