Pular para o conteúdo
Voltar

Caravana realiza mais de 73 mil atendimentos em São José dos Quatro Marcos

Mais de 3.800 cirurgias oftalmológicas foram realizadas no município. Com este resultado, Governo já realizou mais de 14 mil cirurgias nas cinco edições
 

A quinta edição da Caravana da Transformação, que ocorreu entre os dias 7 e 17 de março no município de São José dos Quatro Marcos, chegou ao fim realizando mais de 73 mil atendimentos de saúde e de cidadania. Além de Quatro Marcos, pacientes de outros 33 municípios também foram atendidos durante a iniciativa.

Em oftalmologia, mais de seis mil pessoas passaram por consultas e outras 3.800 fizeram cirurgias de catarata, pterígio e yag laser. No total, 38.466 procedimentos oftalmológicos foram realizados durante os 11 dias de atendimento. Com estes números, o Governo do Estado atingiu a marca de 14 mil cirurgias realizadas nas cinco edições do programa.

Ainda em saúde, por meio de uma parceria com o Hospital Regional de Cáceres, o Governo do Estado disponibilizou a pacientes já regulados e previamente agendados 339 atendimentos em oncologia, que ocorreram no PSF Jardim Bela Vista, próximo ao local de realização da Caravana de Quatro Marcos.

Nos serviços de cidadania, realizados nos dias 10 e 11 de março, mais de 34 mil atendimentos foram realizados. Entre os atendimentos mais procurados estão a emissão de documentos pessoais, cortes de cabelo, aferição de pressão, glicemia capilar e tipagem sanguínea, distribuição de livros e espaço lúdico da Biblioteca Itinerante, entre outros.

Ao todo, foram emitidos 245 RGs, 105 CPFs, 51 2ª via de certidões de nascimento, casamento e óbito, 168 Carteiras de Pescador Amador e 73 Cerificados de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), totalizando 642 documentos emitidos durante a Caravana.

Na avaliação do secretário de Estado do Gabinete de Governo e coordenador-geral da Caravana, José Arlindo de Oliveira, a edição de Quatro Marcos correu dentro do esperado. “Estamos satisfeitos com estes resultados, demonstram que a cada dia estamos chegando ao público-alvo do programa, que são as pessoas acima de 55 anos e ao mesmo tempo não deixando de atender o resto da população por meio dos serviços de cidadania”, disse Arlindo.

Estrutura

Em termos de estrutura, a quinta edição do evento foi a maior de todas já realizadas pelo Governo. Juntas, as estruturas de saúde e cidadania somaram mais de 9 mil m² de área. A penúltima edição da Caravana, que ocorreu em Jaciara, a estrutura era de 6 mil m².

Todas as edições são projetadas visando principalmente o conforto dos pacientes, levando em consideração itens como a acessibilidade, a climatização, a disponibilização de banheiros químicos e bebedouros, e principalmente o número de cadeiras, que chegou a aproximadamente 1.200 por dia.

Municípios atendidos

Além de Quatro Marcos, a quinta edição do evento atendeu a outros 13 municípios da região, entre eles Araputanga, Cáceres, Curvelândia, Figueirópolis d’Oeste, Glória d’Oeste, Indiavaí, Jauru, Lambari d’Oeste, Mirassol d’Oeste, Porto Esperidião, Reserva do Cabaçal, Rio Branco e Salto do Céu.

Entretanto, pacientes de outras regiões também procuraram os serviços da Caravana, entre eles: Barra do Bugres, Comodoro, Confresa, Cuiabá, Jaciara, Matupá, Nova Lacerda, Nova Olímpia, Pedra Preta, Poconé, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Vale do São Domingos e Várzea Grande. Também foram atendidos pacientes dos Estados de Amazonas, Mato Grosso do Sul, Pará e Rondônia, totalizando pacientes de 33 localidades.

A coordenadora de Saúde da Caravana da Transformação, Simone Balena, explica que apesar de haver uma programação para os atendimentos dos municípios da região, não quer dizer que pacientes de outras cidades não serão atendidos. “Os serviços de saúde que oferecemos são atendimentos do SUS, qualquer pessoa tem o direito de receber atendimento durante as caravanas”.

Mas a coordenadora lembra que a Caravana deve percorrer outras regiões do Estado ainda este ano. Um estudo de viabilidade está sendo realizado para definir a região que será contemplada com a sexta edição da Caravana.

“Até o fim do ano pretendemos realizar outras seis Caravanas. A missão que o governador Pedro Taques me confiou é a de não deixar nenhum mato-grossense para trás, portanto reafirmo o compromisso de levarmos o Estado sobre rodas a quem mais precisa”, finalizou o coordenador-geral do programa, José Arlindo.