Pular para o conteúdo
Voltar

Escola Estadual de Apiacás desenvolve projeto sobre diversidade cultural

Através do teatro e da culinária, os alunos conhecem as múltiplas culturas que formam a identidade do povo.
Carla Ninos | Seduc-MT

A | A

É no ambiente escolar que, desde cedo, as crianças estabelecem relações afetivas e sociais que contribuirão para sua formação como adultos e cidadãos. Justamente por isso, existe uma forte preocupação dos educadores em garantir um lugar de respeito e de acolhida dentro do ambiente escolar.

Pensando nisso, a Escola Estadual Portal da Amazônia, localizada em Apiacás (1.010 km de Cuiabá), desenvolve o projeto Diversidade Cultural, que conta com a participação de 27 alunos, e visa trabalhar e explorar a multiplicidade cultural dos vários povos que formam o Brasil. O projeto ensina a tolerância, reforça a autoestima e a identidade de cada aluno.

“Por se tratar de um projeto que tem como tema a diversidade cultural, ele aborda valores, respeito ao próximo e regras de convivência durante as atividades. O projeto permite explorar todos os eixos de estudos, tanto a natureza, sociedade, linguagem oral e corporal, escrita, a música, o movimento. É um projeto que estimula a tolerância, a diferença, melhorando o convívio desses jovens com a sociedade”, analisa a professora responsável pelo projeto, Kelly Balbino.

Jaiane Caroline Ferreira Melo, 15 anos, do 1º Ano do Ensino Médio, fala que esse projeto sobre diversidade é aquele com o que mais se identificou. “Gostei muito e a cada dia admiro mais a dedicação da professora Kelly e me interesso mais em conhecer essa nossa cultura tão rica e diversa”.

É certo que o país é multicultural, que acolhe pessoas do mundo inteiro e que é formado pela rica mistura entre povos e culturas. Portanto, saber trabalhar a Diversidade na escola é premissa para qualquer instituição que preze o desenvolvimento pleno de seus estudantes. É também dever de todos consolidar cada vez mais valores como respeito e tolerância, para que a sociedade tenha forças para combater a discriminação.

“Tendo em vista que nós somos um país formado pela miscigenação, que é bastante evidente dentro da escola, percebemos o quanto é importante esse trabalho sobre diversidade cultural. O projeto será desenvolvido através do teatro, aonde os alunos vão adaptar textos para dialetos das cinco regiões do país; através da culinária, com a preparação de pratos típicos das regiões; dança, através de apresentações de danças típicas e, ainda, através da pesquisa do folclore de cada região”, explica a professora.

“Eu acho muito importante participar desse projeto, pois estou conhecendo a cultura de outras regiões, costumes, pratos típicos, dentre outros. É fundamental trazer essas temáticas para a escola, pois o conhecimento nos torna mais tolerantes”, diz Poliana da Silva Muniz, 15 anos, aluna do 1º Ano do Ensino Médio.





Conselheiros pedem mais efetivo, veículos e investimentos no Baixo Araguaia

Governador Pedro Taques presidiu reunião entre membros dos Consegs e forças de segurança Débora Siqueira | Sesp-MT ...

Seduc entrega conjuntos escolares e anuncia investimentos

Gustavo Nascimento e Viviane Saggin | Seduc-MT A | A A Escola Estadual Alexandre Quirino, em Porto Alegre do Norte (1.140 km de Cuiabá),...

Reunião com prefeitos e vereadores fortalece diálogo com Norte Araguaia

Governador ouviu as principais demanda dos municípios atendidos nesta sexta edição da Caravana da Transformação Thiago Andrade | Gcom-MT A | A ...

Vice-governador participa de eventos durante a Caravana da Transformação

Fávaro participou de encontro com prefeitos da região e debates com produtores rurais e lideranças políticas Andréia Sversut | ...