Pular para o conteúdo
Voltar

Escola Estadual de Apiacás desenvolve projeto sobre diversidade cultural

Através do teatro e da culinária, os alunos conhecem as múltiplas culturas que formam a identidade do povo.
Carla Ninos | Seduc-MT

A | A

É no ambiente escolar que, desde cedo, as crianças estabelecem relações afetivas e sociais que contribuirão para sua formação como adultos e cidadãos. Justamente por isso, existe uma forte preocupação dos educadores em garantir um lugar de respeito e de acolhida dentro do ambiente escolar.

Pensando nisso, a Escola Estadual Portal da Amazônia, localizada em Apiacás (1.010 km de Cuiabá), desenvolve o projeto Diversidade Cultural, que conta com a participação de 27 alunos, e visa trabalhar e explorar a multiplicidade cultural dos vários povos que formam o Brasil. O projeto ensina a tolerância, reforça a autoestima e a identidade de cada aluno.

“Por se tratar de um projeto que tem como tema a diversidade cultural, ele aborda valores, respeito ao próximo e regras de convivência durante as atividades. O projeto permite explorar todos os eixos de estudos, tanto a natureza, sociedade, linguagem oral e corporal, escrita, a música, o movimento. É um projeto que estimula a tolerância, a diferença, melhorando o convívio desses jovens com a sociedade”, analisa a professora responsável pelo projeto, Kelly Balbino.

Jaiane Caroline Ferreira Melo, 15 anos, do 1º Ano do Ensino Médio, fala que esse projeto sobre diversidade é aquele com o que mais se identificou. “Gostei muito e a cada dia admiro mais a dedicação da professora Kelly e me interesso mais em conhecer essa nossa cultura tão rica e diversa”.

É certo que o país é multicultural, que acolhe pessoas do mundo inteiro e que é formado pela rica mistura entre povos e culturas. Portanto, saber trabalhar a Diversidade na escola é premissa para qualquer instituição que preze o desenvolvimento pleno de seus estudantes. É também dever de todos consolidar cada vez mais valores como respeito e tolerância, para que a sociedade tenha forças para combater a discriminação.

“Tendo em vista que nós somos um país formado pela miscigenação, que é bastante evidente dentro da escola, percebemos o quanto é importante esse trabalho sobre diversidade cultural. O projeto será desenvolvido através do teatro, aonde os alunos vão adaptar textos para dialetos das cinco regiões do país; através da culinária, com a preparação de pratos típicos das regiões; dança, através de apresentações de danças típicas e, ainda, através da pesquisa do folclore de cada região”, explica a professora.

“Eu acho muito importante participar desse projeto, pois estou conhecendo a cultura de outras regiões, costumes, pratos típicos, dentre outros. É fundamental trazer essas temáticas para a escola, pois o conhecimento nos torna mais tolerantes”, diz Poliana da Silva Muniz, 15 anos, aluna do 1º Ano do Ensino Médio.





Presidente da República recebe comitiva de Taques para debater obras da BR-242

Josiane Dalmagro | Gcom-MT A | A O governador Pedro Taques, junto a uma comitiva, esteve em audiência com o presidente da República,...

AGU fará última análise para quitação de débitos da Conab com MT

Evelyn Ribeiro e Nátalie Luna | Gcom-MT A | A O governador Pedro Taques se reuniu nesta quarta-feira (23.08) com ministro das relações...

Setores da Seges não atenderão ao público entre os dias 24 e 28 de agosto

Será executado um trabalho interno nos setores para levantamento de todos os processos em andamento. Lorena Bruschi | Seges-MT ...