Pular para o conteúdo
Voltar

Governo discute a regulamentação da extração da castanha-do-Brasil em MT

Por Wallmir Santana

O Governo do Estado lança nos próximos dias um grande programa de fomento ao extrativismo da castanha-do-Brasil em Mato Grosso./ O governador Pedro Taques e membros da Associação de Coletores de Castanha-do-Brasil do PA Juruena (ACCPAJ), localizada no município de Cotriguaçu discutiram nesta segunda-feira (09.10), no Palácio Paiaguás, a regulamentação trabalhista, ambiental e fiscal da atividade.//

Representantes das secretarias estaduais de Desenvolvimento Econômico, Fazenda, Meio Ambiente, Agricultura Familiar e do Gabinete de Desenvolvimento Regional (GDR) também participaram do diálogo.//

O objetivo é criar mecanismo que visam à diminuição do imposto interestadual e a renúncia fiscal, além de instituir uma normativa que autoriza a extração de castanha no estado.//

De acordo com o secretário de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Fernandes, a ideia é modernizar e dar segurança jurídica aos extrativistas.//

Sonora – Suelme Fernandes

Durante a reunião, o governador Pedro Taques destacou que reuniu todas as secretarias envolvidas no processo para entender no que cada uma pode contribuir./ Ele também deu o prazo de 30 dias para que as questões burocráticas sejam sanadas.//

A presidente da Associação de Coletores de Castanha-do-Brasil do PA Juruena (ACCPAJ), Veridiana Vieira, comemora, e afirma que a regulamentação vai beneficiar os coletores de todo o estado.//

Sonora – Veridiana Vieira

Em Juruena, 36 famílias estão envolvidas diretamente com a atividade./ A produção mensal é de 150 toneladas e o produto é comercializado na região e nos Estados de Goiás e Paraná.//

A regulamentação vai impactar diretamente no aumento da comercialização do produto, além de facilitar financiamentos, por exemplo, por meio do MT-Fomento./ Hoje a atividade extrativista é realizada de forma artesanal.///