Pular para o conteúdo
Voltar

Pró-Estradas

O governador Pedro Taques lançou no mês de junho um pacote de obras de pavimentação, reconstrução e manutenção de rodovias estaduais. O anúncio oficial ocorreu durante um evento na região de Sinop (503 km ao norte de Cuiabá), às margens da rodovia MT-220, em pleno canteiro de obras (no km 49 da rodovia).

Na solenidade, foram anunciadas 52 obras do Pró-Estradas que já receberam autorizações para iniciar os serviços. Deste total, 34 ordens de serviço são para obras de pavimentação, 16 para restauração duas para a construção de pontes. O programa é desenvolvido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (Sinfra). 

O governador Pedro Taques assinou uma série de ordens de serviço para pavimentação e reconstrução de estradas, além de protocolos de intenção de parcerias para manutenção de rodovias pavimentadas e não-pavimentadas (chão), e ainda lançou o novo modelo de patrulhas rodoviárias.

 

Pró-Estradas Construção

Dentro do Pró-Estradas Construção, que absorveu em seu escopo o antigo MT Integrado, foram iniciadas obras em diversas rodovias de Mato Grosso. A meta do programa para 2015 é de asfaltar 500 km de estradas e finalizar ao menos 10 das 44 obras que serão dadas ordens de serviço. E no ato em Sinop, serão apresentadas as obras do programa que abrangem a região Norte do Estado.


Somente na rodovia MT-220 serão pavimentados mais de 86 quilômetros. A obra possui dois lotes de execução: o primeiro é de 39 km entre o rio dos Peixes e o entroncamento da MT-328 (região de Tapaporã); o segundo tem 47 km entre o quilômetro 55 e o rio dos Peixes.

 

Na MT-423 serão construídos 56 quilômetros de asfalto. Também são dois lotes: o primeiro, de 33 km, fica entre o rio Tartaruga e o município de Cláudia; e o segundo é entre o fim do trecho pavimentado e o rio Tartaruga. Além disso, serão asfaltados 45 quilômetros entre Ipiranga do Norte e Itanhangá.

Pró-Estradas Construção Extensão Local (região de Sinop)
MT-220 39 km Entre o Rio dos Peixes e o entroncamento da MT-328 (região de Tapaporã)
MT-220 47 km Entre o quilômetro 55 e o Rio dos Peixes
MT-423 33 km Entre o Rio Tartaruga e o município de Cláudia
MT-423 23 km Segundo entre o fim do trecho pavimentado e o Rio Tartaruga

 

Já por meio de parcerias, serão pavimentados 9 km na MT-423 e 6 km na MT-225 em conjunto com a associação de produtores e a Prefeitura Municipal de Vera.

Manutenção de rodovias

No ato em Sinop o governador também vai assinar os seis primeiros protocolos de intenções para manutenção de rodovias pavimentadas e não-pavimentadas, celebrados entre o Governo de Mato Grosso e associações locais de produtores rurais, que possibilitarão a adesão ao inédito Programa de Pedágio Comunitário (PPC). 

Essas parcerias têm como finalidade específica garantir a manutenção de rodovias estaduais por meio da cobrança de pedágio, com valores que serão revertidos em investimentos nessas estradas. 

Atualmente, existe uma praça de pedágio nesses moldes presente na malha rodoviária de Mato Grosso, localizada na MT–487/443 operado pela Associação Gleba Barreiro, onde existem 55 km pavimentados e 20 km não pavimentados.

 

Rodovias com potencial para parceria
Rodovia  Trecho  Parceiro
MT-220 Entroncamento BR-163 até o final do asfalto Associação
MT-423 Entroncamento BR-163 a União do Sul  Associação
MT-140 Entroncamento BR-163 até o fim do asfalto, passando por Santa Carmem Associação
MT-225   Entroncamento BR-163 a Feliz Natal Associação
MT-485  Entroncamento BR-163 até o fim do asfalto  Associação
MT-487  Gleba Barreiro Associação


Pró-Estradas Reconstrução

O governador também irá lançar a primeira fase do Pró-Estradas Reconstrução, que consiste na manutenção emergencial no asfalto para garantir mais segurança aos usuários das rodovias que estão deterioradas. O trabalho visa atuar de maneira imediata no tapa-buraco, roçada e manutenção de dispositivos de drenagem. Os serviços serão executados em parceria com prefeituras ou associações de produtores.

 

Na MT-140 os serviços de manutenção emergencial serão executados em 31 km entre o entroncamento da rodovia federal BR-163 até município de Santa Carmem. Na MT-423 será feita a manutenção de aproximadamente 80 km entre a BR-163 e o município de Cláudia. Na MT-225 os reparos serão em um trecho de 28 km entre o entroncamento da BR-163 (Posto Fiscal) e a cidade de Vera. Na MT-485, na região de Lucas do Rio Verde, serão reconstruídos 18 km. Na MT-220 será feita a manutenção em cerca 49 km entre o entroncamento da BR-163 (Sinop) e Juara. Essa rodovia será feita por meio de empresa detentora do contrato de manutenção da estrada.

 

Novo modelo de patrulhas

Taques também apresentará o novo modelo de gestão das Patrulhas Rodoviárias, que garante a trafegabilidade das estradas não-pavimentadas por meio da manutenção preventiva e corretiva. Pelo novo modelo, o Governo irá fechar parcerias com associações sem fins lucrativos, que utilizarão os maquinários do Estado para cuidar das rodovias da respectiva região. Desta forma,  o governo vai auxiliar com maquinários, diesel e recursos financeiros. Em contrapartida, as associações irão fazer a manutenção devida. 

No evento, o governador divulgará documentos de intenções para viabilizar convênios com associações que irão gerir as patrulhas. Em outro momento, a Sinfra lançará o edital de convocação para as associações interessadas. 

As primeiras associações que demonstraram interesse em aderir ao novo modelo de patrulha são as localizadas nas rodovias MT-140 (Santa Rita do Trivelato) e MT-130 (Marcelândia).

Pontes de concreto 

O Governo de Mato Grosso aguarda a liberação de recursos do governo federal para substituição das pontes de madeira por pontes de concreto. Para região do pólo de Sinop, existe a previsão de ao menos quatro pontes do Pró-Concreto, um dos eixos do programa Pró-Estradas. 

Na MT-220, devem ser construídas duas pontes: uma de 75 metros sobre o Rio Batelão II; e outra de 30 metros sobre o Rio Sucuri, ambas no município de Tabaporã. 

Na MT-410 deve ser construída uma ponte de concreto sobre o córrego Batelão (Tabaporã) de mais de 40 metros. Já na MT-423 haverá uma ponte de 120 metros sobre o Rio Tartaruga (Cláudia).

Pró-Concreto
Rodovia  Local
MT-220 (75 metros) Rio Batelão II
MT-220 (30 metros) Rio Batelão
MT-410 (40 metros)  Córrego Batelão (Tabaporã)
MT-410 (120 metros) Rio Tartaruga (Cláudia)