Pular para o conteúdo
Voltar

Três pontes estão prontas e outras cinco serão finalizadas neste mês

Obras do Prodestur em andamento somam R$ 123 milhões, sendo R$ 35 milhões no Pantanal
D`Laila Borges | Sedec-MT

Uma das três pontes que já foram finalizadas. Outras cinco ficam prontas ainda este mês - Foto por: Divulgação
Uma das três pontes que já foram finalizadas. Outras cinco ficam prontas ainda este mês
A | A

Já estão prontas três, das 31 novas pontes de concreto da MT-060 (Transpantaneira) e até o final deste mês outras cinco serão finalizadas. As estruturas concluídas nesta terça-feira (01.12) só poderão começar a ser usadas pelos turistas e visitantes em 28 dias, tempo que levará para secagem do concreto. No total, as obras somam R$ 12,6 milhões e integram o Programa de Desenvolvimento Sustentável do Turismo (Prodestur), cujos projetos são elaborados e geridos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

“A troca dessas pontes era um dos principais anseios da população e do trade turístico, pois a cada período chuvoso, dezenas delas são danificadas com as cheias do Pantanal, o que torna a Estrada Parque intransitável em alguns locais”, pontua o secretário Seneri Paludo.

Além da troca de 31 pontes de madeiras por estruturas de concreto e aço, também serão entregues este ano mais 60 km de asfalto restaurados na MT-060.

De acordo com o secretário-adjunto de Turismo da Sedec, Luis Carlos Nigro, com a finalização dos trabalhos a Transpantaneira oferecerá maior trafegabilidade e segurança aos turistas e redução dos custos com manutenção.

“Além disso, essas novas estruturas irão promover a melhoria na vazão das águas, pois os modelos atuais possuem pilares que retêm a vegetação aquática, interferindo na dinâmica hídrica pantaneira que provoca erosões na pista e cabeceiras das pontes”, disse.

Dessa forma, os resultados serão maior durabilidade da estrutura das pontes, melhoria no tráfego em qualquer época do ano, maior fluxo das águas, tráfego de veículos com maior peso e maior facilidade na manutenção.

A Transpantaneira tem hoje um total de 130 pontes de madeira. Esse trecho foi priorizado por ser o mais movimentado turisticamente. Nele se encontram 32 empreendimentos, entre hotéis e pousadas.

MT-060

Outra obra que impactará no desenvolvimento do turismo na região é a restauração de cerca 60 km na MT-060, entre a BR -070 e a cidade de Poconé. O recapeamento do asfalto já foi concluso e estão sendo finalizadas as sinalizações vertical e horizontal. Essa rodovia é porta de entrada para o Pantanal da região de Poconé. No total foram investidos ali R$ 17,8 milhões.

Reurbanização

Para completar o pacote de obras de infraestrutura turística na região do Pantanal também está sendo realizada a reurbanização da avenida Aníbal de Toledo, que faz a ligação da entrada da cidade à saída para o Pantanal. Essa via possui um tráfego intenso de veículos, já que atravessa a cidade.

Além dela também estão sendo reurbanizadas as ruas XV de Novembro e Desembargador Martins que servirão de apoio aos turistas. No total, nas três vias, serão drenados e asfaltados 2,4 quilômetros. A avenida principal ficará com 10 metros de largura e as ruas com 7 metros cada, além de 2,5 metros de calçada. A previsão de término é maio de 2016 e o custo total dos investimentos é de R$ 4,2 milhões.

Os trabalhos de drenagem já foram concluídos na três vias. Os de terraplenagem foram realizados nas duas secundárias e atualmente está sendo feita a desobstrução do córrego Tereza Botas, que fica no final da via principal.

Todas essas obras estão sendo realizadas por meio do Prodestur, um programa estratégico da cadeia produtiva do turismo voltado a investimentos em infraestrutura turística, criado e desenvolvido pela Sedec. Seu principal foco é o desenvolvimento com a geração de emprego e renda na cadeia do turismo.

Atualmente, a secretaria tem 11 obras em andamento, que somam R$ 123 milhões, sendo que desse total R$ 35 milhões são no Pantanal. A da troca de pontes na Transpantaneira e da restauração da MT-060 estão sendo executadas por meio de convênios com a Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).

Obras do Prodestur

Barra do Garças

- Revitalização e ampliação do Porto de Baé

Valor da obra: R$ 14,4 milhões

- Centro de Convenções

Valor da obra: R$ 7,4 milhões

Pontal do Araguaia

- Revitalização da Avenida Universitária

Valor da obra: R$ 2,1 milhão

Rondonópolis

- Ampliação da pista de pouso e do pátio do Aeroporto

Valor da obra: R$ 20,8 milhões

Poconé

-Troca de 31 pontes de madeira por pontes de concreto na Transpantaneira

Valor da obra: R$ 12,6 milhões

- Urbanização da Avenida Aníbal de Toledo

Valor da obra: R$ 4,2 milhões

- Restauração e revitalização da MT-060

Valor da obra: R$ 17,8 milhões

Nobres

- Revitalização de avenidas (Pavimentação asfáltica e drenagem de águas pluviais em ruas e avenidas da cidade)

Valor da obra: R$ 7 milhões

- Asfaltamento da MT-241 (23 km de asfalto na estrada que liga Nobres a Bom Jardim)

Valor da obra: R$ 21 milhões

Chapada dos Guimarães

- Asfaltamento da MT- 442, ligando a MT-351 ao Lago do Manso

Valor da obra: R$ 8,3 milhões

 Santo Antônio do Leverger

- Memorial Rondon

Valor da obra: R$ 3 milhões