IDIOMA

 
 
 
Serviços de A a Z
Domingo, 01 de maio de 2011, 10h45 | Tamanho do texto: A- A+

RONDONÓPOLIS

Curso de Operador de Máquinas Agrícolas oferece diversas oportunidades profissionais para participantes

FABYOLA COUTINHO
Assessoria/Setecs-MT

Edson Rodrigues/Setecs-MT
Fabiano Cavallari, no curso de operadores de máquinas na URAMB em Rondonópolis

Rondonópolis/MT - O Curso de Operador de Máquinas Agrícolas realizado pelo Governo do Estado tem duração de 15 dias. A qualificação inicia com palestras sobre cidadania e relacionamento interpessoal. No primeiro módulo, os alunos têm aula teórica e prática sobre o manuseio e manutenção de máquinas agrícolas. Já na segunda parte da capacitação, são repassados conhecimentos sobre gradeamento e preparo do solo.

Alguns dos participantes da capacitação vieram de outras cidades apenas para fazer o curso, como no caso do ex-cinegrafista Fabiano de Cavallari, morador de Tangará da Serra. “Eu estava à procura de uma oportunidade para aprender a manusear máquinas agrícolas, um segmento muito promissor na minha região, aonde os operadores chegam a ganhar até R$ 4 mil por mês. Estou muito satisfeito com a oportunidade que o Governo do Estado está nos proporcionando”, disse Fabiano.


Edson Rodrigues/Setecs-MT
Eliene Hunas, no curso de operadores de máquinas na URAMB em Rondonópolis

Já a jovem Eliene Hunas, decidiu fazer o curso para conquistar uma profissão e uma boa colocação no mercado de trabalho. “Não tenho medo do trabalho e entendo que as mulheres estão em plenas condições de igualdade com os homens, principalmente pelo avanço da tecnologia, que produz máquinas cada vez mais modernas”, afirmou Eliene.

Para participar do curso de Operador de Máquinas Agrícolas do Governo do Estado, o pai de Edson Muller decidiu emancipá-lo judicialmente para que o filho pudesse participar da qualificação. “Tenho 17 anos e fui informado que só conseguiria fazer o curso se tivesse 18 anos ou se fosse emancipado. Trabalho com as máquinas agrícolas desde pequeno e particularmente gosto muito, por isso, não podia perder esta oportunidade”, ressaltou Edson.

O instrutor da colheitadeira de grãos, Itamar Sormani, que trabalha com equipamentos da John Deer, afirma que Mato Grosso é o único Estado do país a oferecer um curso deste porte, com carga horária de 120 horas. “Moro no Rio Grande do Sul e já tenho mais de 20 anos de experiência no segmento. Fico impressionado com a média de salários pagos aqui em Mato Grosso para um operador de máquinas agrícolas, um curso que se fosse pago, custaria quase três mil reais e normalmente tem duração máxima de cinco dias”, ressaltou o instrutor.

Marciano Alves, instrutor de tratores agrícolas da CNH, a qualificação oferece uma gama de oportunidades aos participantes. “Quem aprende a operar e dar manutenção a um trator pode trabalhar como autônomo, ajudar na agricultura familiar, ajudar no transporte de produtos para lavoura, entre outras opções, ou seja, o trabalhador tem o conhecimento de várias etapas da produção”, explicou Marciano.

O CURSO 

O Curso de Operador de Máquinas Agrícolas realizado pelo Governo do Estado oferece, além de palestras e aulas teóricas sobre o manuseio e manutenção de máquinas agrícola, possibilita aos participantes ter aulas sobre noções de saúde e segurança no trabalho, conforme estipula a Resolução Normativa do Ministério da Saúde, para trabalhadores que lidam com herbicidas e defensivos agrícolas.

Além disso, para os 30 alunos que mais se destacam é oportunizado ainda o aprendizado na operação de GPS, equipamento que implementou um novo ritmo na lavoura de grãos.

RONDONÓPOLIS

Terceiro maior município de Mato Grosso, a cidade se destaca no cultivo e produção de soja e algodão. O Produto Interno Bruto de Rondonópolis é de R$ 3,4 bilhões, considerado o segundo maior do Estado, atrás somente de Cuiabá.

No comércio exterior, a cidade lidera o ranking das exportações de Mato Grosso e é responsável por 10,9% de todo o valor exportado pelo Estado. O município possui quatro Distritos Industriais, localizados em pontos estratégicos para o recebimento de investimentos em infraestrutura e urbanização que possa acomodar novas indústrias e consolidar a cidade como grande polo industrial do Estado. 

Galeria de Fotos:

Newsletter
Preencha o formulário abaixo para receber nossos boletins: