Pular para o conteúdo

18 de Dezembro de 2018 às 15:17 | Geral

Balanços finais da Sinfra são apresentados ao governador

18 de Dezembro de 2018 às 14:37 | Geral

18 de Dezembro de 2018 às 13:58 | Geral

Estado quer atrair produções audiovisuais e fomentar turismo

18 de Dezembro de 2018 às 12:49 | Cultura

Gestão organizada viabiliza fortalecimento da cultura no Estado

18 de Dezembro de 2018 às 07:10 | Sistema Socioeducativo

17 de Dezembro de 2018 às 16:29 | Cidadania

Mais de 127 mil atendimentos foram realizados pela Setas

17 de Dezembro de 2018 às 16:11 | Segurança Pública

Sesp capacita 80 servidores em operação de drones

17 de Dezembro de 2018 às 16:03 | Saúde

Café da manhã reúne gestores da SES e governador Pedro Taques

17 de Dezembro de 2018 às 15:54 | Segurança Pública

“Jogos Solidários” da segurança serão realizados nesta terça-feira (18.12)

17 de Dezembro de 2018 às 15:47 | Segurança Pública

17 de Dezembro de 2018 às 14:37 | Agronegócio e Agricultura Familiar

Indea fiscalizará proibição do plantio de soja

17 de Dezembro de 2018 às 12:39 | Geral

17 de Dezembro de 2018 às 11:55 | Segurança Pública

17 de Dezembro de 2018 às 10:58 | Economia e Finanças

16 de Dezembro de 2018 às 17:25 | Agronegócio e Agricultura Familiar

Mais oito unidades do Indea são reformadas e entregues à comunidade

16 de Dezembro de 2018 às 09:35 | Geral

Voltar

Servidores estreiam peça teatral sobre educação fiscal

Próxima apresentação será no Auditório do Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRC), no dia 12 de dezembro, às 14h.
Lorena Bruschi | Seges MT

A | A

“A rua quando é construída tem que ter asfalto e iluminação, é o tributo aplicado às necessidades da população”. A frase é um trecho da música animada que abre o espetáculo “Na rota da Educação Fiscal”, encenado por servidores na terça-feira (04), no Auditório da Secretaria de Fazenda (Sefaz). A apresentação é produto final do curso de Educação Fiscal, realizado por meio de uma parceria entre a Superintendência da Escola de Governo e a Sefaz.

A peça abordou de forma descontraída informações importantes sobre tributação e sua história, utilização do imposto recolhido, sua função social, e ainda o papel do cidadão de fiscalizar a aplicação correta e oportuna dos recursos públicos. Cerca de 25 servidores públicos estaduais participaram do curso e formam o grupo teatral “Palco Público”.

O gerente de Promoção da Educação Fiscal da Sefaz, José Humberto Holanda, conta que a ideia surgiu quando viu exemplos de outros estados por meio de troca de experiências com um grupo nacional de Educação Fiscal. O que era apenas intenção saiu do papel ao firmar a parceria com a Escola de Governo, que conta com facilitadores ligados ao teatro e dispostos a participar do projeto.

Conforme a superintendente da Escola de Governo, Débora Gagini, além de promover cursos, a Escola de Governo atua também como parceira e incentivadora de projetos inovadores como este para atender às necessidades dos órgãos. “Estamos de portas abertas para as secretarias que queiram desenvolver atividades de capacitação. Agradecemos aos facilitadores que têm cumprido um papel fundamental no fortalecimento da missão da superintendência, que é aperfeiçoar o serviço público”.

Uma das servidoras que encarou o desafio e fez parte da primeira turma do curso foi a analista da Secretaria de Fazenda, Roselane Barbosa de França. Servidora há cinco anos, nunca imaginou que iria ter experiência com teatro.  “Foram dois aprendizados em um. Primeiro, sobre os impostos e tributos. E o segundo, trazer tudo isso para o teatro. Foi novo para todos do grupo, sem exceção. E no final eu adorei o resultado, foi maravilhoso”, avalia.

A próxima apresentação do grupo ocorrerá no Auditório do Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRC), no dia 12 de dezembro, às 14h

Uma proposta diferente

O curso de Educação Fiscal leva os participantes a desenvolverem habilidades de comunicação e relações interpessoais em um ambiente lúdico, recorrendo a técnicas básicas do movimento e da comunicação corporal para promover a autoconsciência e a autoconfiança na atuação profissional, também a capacidade de liderar e no desempenho durante apresentações e entrevistas.

Os servidores têm palestras sobre Cidadania e Educação Fiscal como parte do conteúdo teórico, além de aulas de artes cênicas, momento em que são introduzidas técnicas teatrais em formato de jogos e dinâmicas. Todos os facilitadores são servidores públicos com habilidades nessas áreas que atuam de forma voluntária.

Entre eles estão os servidores das secretarias de Saúde, Alberto Yassuo Yoshiara, Áurea Kelly de Oliveira Campos, Wagton Douglas Fonseca; os servidores da secretaria de Fazenda, Romeo Benedito Oliveira Lucialdo, Carlos Eduardo Predebon, Isabela Alves Almeida de Oliveira, Cristiane Oldoni e José Horácio Ferreira Cerejo, além da servidora da pasta da Educação, Tereza Helena de Souza Nunes.

Também atuaram como facilitadores voluntários a auditora federal de controle externo do Tribunal de Contas da União em Mato Grosso, Elda Mariza Valim Fim, e Renato Moreira Pinheiro, da Receita Federal.