Pular para o conteúdo

16 de Julho de 2019 às 11:42 | Esportes Educacionais

16 de Julho de 2019 às 11:21 | Segurança Pública

Crime marca corpo e alma de 181 mulheres de 18 a 59 anos em Mato Grosso

16 de Julho de 2019 às 10:50 | Educação

Unemat divulga resultado parcial da prova de redação

16 de Julho de 2019 às 10:27 | Defesa do Consumidor

16 de Julho de 2019 às 08:26 | Política e Governo

16 de Julho de 2019 às 08:00 | Meio ambiente

Sema tem ponto de coleta de óleo usado

15 de Julho de 2019 às 17:43 | Ciência e Tecnologia

ETE de Diamantino forma 1ª turma do curso Técnico em Informática

Voltar

Gefron apreende 90 kg de pasta base de cocaína

Nara Assis | Sesp-MT

Dois pacotes com a droga estavam amarrados a bicicletas numa região de mata às margens da rodovia, em Pontes e Lacerda - Foto por: Gefron-MT
Dois pacotes com a droga estavam amarrados a bicicletas numa região de mata às margens da rodovia, em Pontes e Lacerda
A | A

O Grupo Especial de Segurança na Fronteira de Mato Grosso (Gefron-MT) apreendeu 90 kg de substância análoga a pasta base de cocaína, às margens da Rodovia MT-473, em Pontes e Lacerda (450 km a Oeste de Cuiabá). A ação foi realizada na noite de domingo (14.04), próximo à entrada da fazenda Paeta.

Os policiais, durante patrulhamento, identificaram marcas de pneus de duas bicicletas no sentido da mata. Seguindo os vestígios, encontraram quatro fardos de droga amarrados nas bicicletas, que também foram apreendidas. O entorpecente estava distribuído em 85 tabletes.

Os policiais também apreenderam aproximadamente 700 gramas de maconha e uma pistola Glock 9mm de modelo G17 GN4, com 10 munições intactas. A equipe pediu reforço do Gefron e fez mais buscas pelo local, mas não encontrou os suspeitos. O material foi encaminhado à Delegacia de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), localizada em Cáceres (214 km a Oeste da Capital).

O comandante do Gefron, tenente-coronel José Nildo, ressalta que o combate ao tráfico de drogas é uma das prioridades do grupamento especial. “Nossos profissionais estão empenhados e capacitados para desenvolver as atividades repressivas e preventivas na fronteira, e sabemos que a circulação de entorpecente resulta também em outros crimes fronteiriços, como descaminho, roubos de veículos e contrabando”.

Qualquer informação que auxilie o trabalho na região de fronteira pode ser fornecida pelo 0800 646 1402, o disque-denúncia do Gefron. O sigilo do denunciante é absoluto.