Pular para o conteúdo

20 de Julho de 2019 às 16:18 | Segurança Pública

20 de Julho de 2019 às 14:00 | Sistema Penitenciário

19 de Julho de 2019 às 18:14 | Infraestrutura e Logística

19 de Julho de 2019 às 17:03 | Segurança Pública

19 de Julho de 2019 às 17:01 | Geral

Seduc entrega materiais esportivos para escolas estaduais

19 de Julho de 2019 às 16:24 | Agricultura Familiar

19 de Julho de 2019 às 14:23 | Defesa do Consumidor

19 de Julho de 2019 às 12:43 | Geral

PGE lamenta morte de procurador e decreta luto oficial

19 de Julho de 2019 às 11:56 | Agricultura Familiar

Voltar

Governador recebe reivindicações de produtores e vai analisar a pauta

Durante a reunião, o governador expôs a situação econômica do Estado e todas as ações que já foram tomadas até o momento para reduzir a máquina pública e buscar o equilíbrio fiscal.
Laice Souza | Secom-MT

Produtores se reúnem com governador Mauro Mendes. - Foto por: Marcos Vergueiro
Produtores se reúnem com governador Mauro Mendes.
A | A

O governador Mauro Mendes e os secretários da Casa Civil, Mauro Carvalho, de Fazenda, Rogério Gallo e Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, se reuniram com um grupo de representantes da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja), no fim da tarde de ontem (15).

Após três horas de reunião, o governador recebeu uma carta de reivindicações do setor do agronegócio. O principal tópico da carta era o fim da cobrança do Fundo Estadual de Trasporte e Habitação (Fethab) do Milho, e a destinação de 100% do Fethab para aplicação em infraestrutura e habitação. 

No documento, os produtores também requerem a adequação de medidas concretas para reduzir a máquina pública e a desburocratização de setores como a SEMA, Sefaz, Indea e Intermat.

O Governador destacou que irá analisar todos os itens da pauta de reivindicações. “O compromisso que fiz foi de analisar toda a pauta, e até o fim do mês, apresentar a posição do governo. Daremos uma resposta se será possível ou não atender aos pedidos. Se não for possível, vou dizer um não”, destacou.

Durante a reunião, o governador expôs a situação econômica do Estado e todas as ações que já foram tomadas até o momento para reduzir a máquina pública e buscar o equilíbrio fiscal.

“O esforço para cortar despesas é enorme, porque não dá para continuar fazendo de conta que os problemas não existem. Ao apresentar a realidade dos fatos de forma transparente, muitas pessoas já entenderam a situação do Estado e estão dispostas a ajudar. O que estou fazendo é tomando medidas para salvar Mato Grosso”, disse.