Pular para o conteúdo

27 de Abril de 2017 às 19:34 | Segurança Pública

Exposição comemorativa da PJC começa no Várzea Grande Shopping

27 de Abril de 2017 às 18:06 | Segurança Pública

Polícia Civil apreende 53 tabletes de pasta base de cocaína em Pontes e Lacerda

27 de Abril de 2017 às 16:54 | Corregedoria

27 de Abril de 2017 às 16:44 | Segurança Pública

PJC e PM prendem três por roubo em casa de ex-prefeita de Brasnorte

27 de Abril de 2017 às 15:44 | Planejamento e Gestão

Reunião com gestores de Recursos Humanos discute melhorias para o setor

27 de Abril de 2017 às 14:58 | Segurança Pública

Detran deve liberar pátios em todo estado com leilões e prensagem

27 de Abril de 2017 às 14:57 | Segurança Pública

Segurança conhece principais demandas de Chapada dos Guimarães

27 de Abril de 2017 às 11:30 | Esporte e Lazer

27 de Abril de 2017 às 10:32 | Geral

PGE promove ações orientativas para novos procuradores

Voltar

Governador nomeia Fernando Vasco para diretoria da Polícia Judiciária Civil

Nome também conta com apoio da categoria; meta é o fortalecimento da PJC
Hérica Teixeira e Luciene Oliveira | Sesp-MT e PJC-MT

Meneguini/Gcom-MT
A | A

Após processo democrático para escolha do novo diretor geral da Polícia Judiciária Civil, o nome anunciado pelo governador para a gestão de 2017 e 2018 é Fernando Vasco Spinelli Pigozi. A posse será na sexta-feira, às 09h, no auditória da Diretoria da Polícia Judiciária Civil.

Com o respaldo da categoria, o chefe do Executivo foi o primeiro governador a aceitar a lista tríplice, escolhida internamente por meio de votação. Todo o processo de escolha dos nomes mais votados foi acompanhado por representantes do Sindicato dos Delegados da Polícia (SINDEPO).

O presidente do Sindicato, Wagner Bassil Junior, elogiou a postura do governador em atender a opção da maioria dos profissionais e garante que a instituição terá respaldo da categoria para avançar nos trabalhos.

“O governador merece nossos aplausos. A categoria recebeu bem esta decisão e agradece ao chefe do Executivo. Também ficamos felizes em participar do processo e ter os candidatos recebidos pelo governador”, destacou.

Desde 2010, a Polícia Judiciária Civil dispõe de um Estatuto. Três anos depois, após uma complementação, a categoria incluiu em um dos seus artigos o critério de escolha do cargo de delegado geral à apresentação de uma listra tríplice.

Em 2015, primeiro ano da gestão do governador Pedro Taques escolheu um nome que constava na lista. À época, foi nomeado para o cargo, Adriano Peralta.

Agora, nomeado pelo Governador Pedro Taques, para o cargo de delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi considera importante fortalecer a Polícia Civil em todas as regiões de Mato Grosso, priorizando o atendimento de qualidade à população mato-grossense.

Conforme Vasco, o reforço também será levado para a atividade de Inteligência, a qual classifica como “cérebro da polícia”, por ser capaz de traçar cenários de ações criminosas e identificar lideranças atuantes dentro e fora do Estado.

“Vamos trabalhar para o fortalecimento da Polícia Judiciária Civil em todas as frentes, no administrativo, investigativo e operacional”, finalizou.

Curriculum

Fernando Vasco Spinelli Pigozzi é natural da cidade de Osvaldo Cruz, Estado de São Paulo. Trabalhou de 2001 a 2003 na Polícia Civil do Amazonas. Em 6 de maio de 2003 tomou posse como delegado de polícia em Mato Grosso. Sua primeira lotação foi a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande, depois foi lotado no plantão da Central de Flagrantes de Várzea Grande.

Em dezembro de 2003 foi nomeado titular da Delegacia de Polícia do município de Primavera do Leste. Em junho de 2004 foi designado para a Delegacia de Campo Verde, unidade que comandou por 11 anos e seis meses. Na região também acumulou por 7 anos a Delegacia de Dom Aquino. Cursou no ano de 2014, o Curso Superior de Polícia - Especialização em Gestão de Segurança Pública. É Delegado Classe Especial.

Em setembro de 2015, foi nomeado Delegado Regional de Primavera do Leste, unidade administrativa responsável pelas delegacias instaladas em Primavera do Leste, Poxoréu, Paranatinga, Campo Verde e Gaúcha do Norte.

Como regional, implantou melhorias no atendimento à população, reforço do efetivo no plantão policial e fortaleceu o núcleo de Inteligência da Regional. Com isso, alcançou maior desempenho da produtividade policial, investigações mais céleres e operacionalidade das ações, aumentando em 3 mil % as apreensões de drogas em 2016 e também o número de criminosos presos, principalmente, integrantes de quadrilhas do tráfico interestadual de drogas e roubos de carretas nas regiões de Primavera do Leste e Barra do Garças.