Pular para o conteúdo

20 de Janeiro de 2018 às 10:47 | Segurança Pública

Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP tem 92% de localização em 2017

20 de Janeiro de 2018 às 10:32 | Proteção Social

19 de Janeiro de 2018 às 18:47 | Segurança Pública

19 de Janeiro de 2018 às 18:24 | Comunicação

Receita Federal dá aval para que Marechal Rondon opere voos internacionais

19 de Janeiro de 2018 às 17:23 | Cidades

Taques faz compromisso de pagar emendas de Colniza

19 de Janeiro de 2018 às 16:30 | Geral

Nota de pesar

19 de Janeiro de 2018 às 16:24 | Educação

Obras de construção de escola em Jaciara serão retomadas

19 de Janeiro de 2018 às 15:57 | Segurança Pública

19 de Janeiro de 2018 às 15:42 | Corregedoria

19 de Janeiro de 2018 às 15:36 | Segurança Pública

19 de Janeiro de 2018 às 15:22 | Artes cênicas

19 de Janeiro de 2018 às 15:10 | Geral

19 de Janeiro de 2018 às 14:44 | Segurança Pública

Voltar

Operação apreende 16 armas de fogo e 550 munições

Assessoria | PJC-MT

A | A

Uma operação conjunta da Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) realizada na última quinta-feira (11), na Regional de Água Boa, apreendeu 16 armas de fogo e aproximadamente 550 munições de vários calibres. Na operação denominada "Arsenal 53" foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão e 5 prisões preventiva.

A operação resultou em 10 prisões e lavraturas de 8 autos de prisão em flagrante. As armas e munições foram encontradas em residências e propriedades rurais dos alvos investigados na operação.

De acordo com a delegada Luciana Canaverde, as ações ocorreram de forma simultânea nas cidades de Ribeirão Cascalheira, Querência e Cuiabá, resultando, até o momento, na apreensão do arsenal de armas e munições,

"Há evidências de que dentre as armas apreendidas algumas são oriundas do furto qualificado ocorrido no Fórum da Comarca de Ribeirão Cascalheira", disse.

O furto de armas do Fórum de Ribeirão Cascalheira ocorreu no dia 16 de dezembro de 2017 e é investigado pela Polícia Civil.

Os trabalhos contaram também com a participação de equipes especializadas da Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) e da Força Tática de Barra do Garças, apoio da equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá.

Participaram da operação integrada 116 policiais (civis e militares), 3 peritos, com emprego de 35 viaturas.