Pular para o conteúdo

Publicador de conteúdo Publicador de conteúdo

Voltar

Servidores do Samu são capacitados para atuar no trânsito

Ana Cláudia Guimarães | SES-MT

A | A

A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) entregou na última terça-feira (06.11) os certificados dos 34 profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que participaram do 1º Curso de Capacitação para Condutores de Veículos de Emergência e Primeiros Socorros.

A capacitação, realizada entre os dias 03 e 05 de setembro de 2018, contou com os enfermeiros e técnicos de enfermagem que possuem carteira de habilitação categoria A. O curso teve etapas na Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e na Escola de Saúde Pública (ESP). 

O principal objetivo foi atualizar os profissionais sobre as legislações vigentes do trânsito, a revisão das políticas de urgência e emergência, com alinhamento direto de todas as ações e condutas utilizadas para um atendimento pré-hospitalar adequado. “Esta capacitação busca a continuidade de um atendimento resolutivo, que age no momento certo e de modo adequado, fornecendo um serviço mais seguro, que minimizará toda e qualquer intercorrência no trânsito”, explicou Bruna Santiago, superintendente do Samu.

O curso foi realizado a partir do Núcleo de Educação em Urgências, em parceria com a Semob e o Batalhão Ronda Ostensivas Tático Móvel (Rotam) da Polícia Militar, que já é parceiro do Samu. “A realização dessa capacitação só foi possível pela junção, união e concretização de ações entre a gestão do Samu e seus profissionais”, afirmou Bruna. 

Também participaram do curso servidores que trabalham com o serviço de motolância, já existente em Cuiabá, e que será implantado em Jaciara ainda este ano. O Samu está em pleno funcionamento nos seguintes municípios: Juína, Cotriguaçu, Tangará da Serra, Jaciara, Aripuanã, Brasnorte, Campo Novo do Parecis, Poconé, Chapada dos Guimarães, Cuiabá e Várzea Grande. Em Confresa, se iniciou o processo de implantação de uma base descentralizada de suporte básica.

Os servidores da Semob ainda foram capacitados em primeiros socorros. “A intenção é que as instituições, realizando práticas padronizadas, possibilitem cada vez mais a melhoria do atendimento à sociedade”, finalizou a superintendente do Samu.