Pular para o conteúdo
Voltar

Ipem se reaproxima do mercado com ações preventivas

Big Lar e Padaria Moinho serão os primeiros estabelecimentos a receberem os minicursos sobre metrologia, certificações e consumo seguro
Caroline Rodrigues | Sedec-MT

Empresas e entidades interessadas em participar do projeto podem procurar a sede da autarquia - Foto por: Secom-MT
Empresas e entidades interessadas em participar do projeto podem procurar a sede da autarquia
A | A

Duas empresas de Cuiabá estão participando do projeto preventivo realizado pelo Instituto de Pesos e Medidas de Mato Grosso (Ipem-MT). Elas vão abrir as portas dos estabelecimentos para os técnicos da autarquia, que ministrarão pequenos treinamentos com objetivo de capacitar os funcionários sobre as legislações e procedimentos relacionados a metrologia, produtos pré-medidos e venda de massas desiguais.

A rede de supermercados Big Lar e a Padaria Moinho aderiram esta semana aos trabalhos e serão de precursores. Segundo a diretora de fiscalização, Jussara de Souza Amaral, o objetivo é reaproximar a autarquia do mercado, sendo que a primeira atividade do projeto foi uma reunião com os parceiros para entender a necessidade deles e em seguida, houve a definição do cronograma de trabalho.

Ficou definido no encontro que a princípio, o assunto debatido será a pesagem nas balanças. Nesta etapa, os agentes apresentarão a importância do equipamento se manter regulado, bem como o período de verificação obrigatória, que é de 1 ano. Outra questão abordada é a forma correta de identificar as condições de uso.

Jussara alerta que caso haja manutenção ou outro tipo de dano, é preciso repetir a verificação. “Todos precisam ser sensibilizados porque o problema pode prejudica o consumidor quando pesa a mais. Porém, também prejudica o estabelecimento quando pesa a menos”.

Na segunda fase, serão apresentadas as leis de normatização dos produtos pré-medidos, aqueles embalados e pesados na fábrica, em especial os produtos da cesta básica. Neste momento, o cronograma prevê um espaço destinado a esclarecer os trabalhadores sobre os critérios e procedimentos da fiscalização do Ipem.

A última parte do trabalho conjunto com a iniciativa privada será no setor de massas desiguais, que engloba todo produto vendido de forma fracionada, como embutidos, hortifrútis e demais alimentos ofertados em bandejas. “Pretendemos mostrar que qualquer falha pode levar a empresa a responder pelo erro. Então, é preciso atenção”.

O trabalho acontece em parceira com a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Cuiabá e com o Sindipetróleo, que pretende atingir os postos de gasolina conveniados. De acordo com a diretora do Ipem, a autarquia tem interesse em atender mais empresas e assim, ampliar o trabalho preventivo, trazer segurança ao consumidor e também aos empresários.

Quem estiver interessado em saber mais sobre o programa pode entrar em contato com o Ipem pelo número 3624-8785.